Início | Últimas citações | Lista de autores | Temas | Citações aleatórias | Vote! | Últimos comentários | Adicione uma citação

William Shakespeare

Coriolano: Que estando o mar sereno, bons veleiros são todos os navios.

diálogo in Coriolano, Ato IV, Cena 1, roteiro de William Shakespeare (1608)Reportar um problemaCitações relacionadas
Adicionado por Dan Costinaş
Comente! | Vote! | Cópia! | Em inglês | Em romeno

Share

Hérmia: Não há maior inferno: estranhos olhos para escolher o amor!

diálogo in Sonho de uma Noite de Verão, roteiro de William Shakespeare (1595)Reportar um problemaCitações relacionadas
Adicionado por Dan Costinaş
Comente! | Vote! | Cópia! | Em inglês | Em espanhol | Em italiano | Em romeno

Share

Bernardo: Quem está aí?
Francisco: Sou eu quem pergunta! Alto, e diz quem vem!

diálogo in Hamlet, Acto primeiro, Cena 1 de William Shakespeare (1599), tradução de Millôr FernandesReportar um problemaCitações relacionadas
Adicionado por Dan Costinaş
Comente! | Vote! | Cópia! | Em inglês | Em espanhol | Em romeno

Share

Hamlet: Duas mil almas e vinte mil ducados chegarão apenas para tão futil empreza.

diálogo in Hamlet, Acto quarto, Cena 4 de William Shakespeare (1599), tradução de D. Luís I, Rei de PortugalReportar um problemaCitações relacionadas
Adicionado por Dan Costinaş
Comente! | Vote! | Cópia! | Em inglês | Em espanhol | Em italiano | Em romeno

Share

Iago: O bom vinho é um camarada bondoso e de confiança, quando tomado com sabedoria.

diálogo in Otelo, Ato II, Cena 3, roteiro de William Shakespeare (1603)Reportar um problemaCitações relacionadas
Adicionado por Dan Costinaş
Comente! | Vote! | Cópia!

Share

O Conde de Gloucester: É a praga destes tempos que os cegos sejam guiados pelos loucos.

diálogo in Rei Lear, Acto quarto, Cena 1, roteiro de William Shakespeare (1606)Reportar um problemaCitações relacionadas
Adicionado por Dan Costinaş
Comente! | Vote! | Cópia! | Em inglês | Em espanhol | Em italiano | Em romeno

Share

A sombra: Mas estes mysterios eternos não são para ouvidos profanos de carne e de sangue.

diálogo in Hamlet, Acto primeiro, Cena 5 de William Shakespeare (1599), tradução de D. Luís I, Rei de PortugalReportar um problemaCitações relacionadas
Adicionado por Dan Costinaş
Comente! | Vote! | Cópia! | Em inglês | Em espanhol | Em italiano | Em romeno

Share

Hamlet: Amava Ophelia, e as affeições juntas de quarenta mil irmãos não poderiam igualar a minha.

diálogo in Hamlet, Acto quinto, Cena 1 de William Shakespeare (1599), tradução de D. Luís I, Rei de PortugalReportar um problemaCitações relacionadas
Adicionado por Dan Costinaş
Comente! | Vote! | Cópia! | Em inglês | Em espanhol | Em romeno

Share

Hamlet: Ha no mundo alguma grande perturbação. Maldição. Porque serei eu o eleito para a terminar?

William Shakespeare in Hamlet, Acto primeiro, Cena 5 (1599), tradução de D. Luís I, Rei de PortugalReportar um problemaCitações relacionadas
Adicionado por Dan Costinaş
Comente! | Vote! | Cópia! | Em inglês | Em espanhol | Em italiano | Em romeno

Share

Horacio: Que nobre alma! Adeus, meu adorado principe, os anjos do céu o embalem com os seus canticos divinos.

diálogo in Hamlet, Acto quinto, Cena 2 de William Shakespeare (1599), tradução de D. Luís I, Rei de PortugalReportar um problemaCitações relacionadas
Adicionado por Dan Costinaş
Comente! | Vote! | Cópia! | Em inglês | Em espanhol | Em romeno

Share
 

<< < Página / 5 > >>

Adicione outra citação do mesmo autor.


Vote agora: William Shakespeare

Google+

Se você considera este interessante, pode compartilhar com os outros e dizer ao Google